Notícias

Juiz de Fora recebe ação no Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar

Alunos da Faculdade de Medicina da Unipac vão oferecer treinamento à população no Shopping Jardim Norte

 

Você sabe o que fazer se uma pessoa tem uma parada cardíaca do seu lado? E ao ver uma criança se engasgando? Manobras simples, se bem aplicadas, podem ajudar a salvar uma vida. Neste sábado, 25 de agosto, quando se comemora o Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar, alunos da Faculdade de Medicina da Unipac Juiz de Fora vão estar no Shopping Jardim Norte para orientar a população sobre os procedimentos de reanimação cardiopulmonar. A ação é gratuita e acontece das 10h às 22h, no piso L2, sob coordenação da Liga Acadêmica do Trauma e Emergência (Latre) da Unipac Juiz de Fora, em parceria com o Instituto Educacional São Pedro (IESPe).

 

Por meio de bonecos, alunos vão instruir a população em geral sobre o que fazer em pessoas com paradas cardíacas, em adultos e crianças, além de procedimentos para reverter engasgos. Também será abordado o uso dos Desfibriladores Externos Automáticos (DEAs). O treinamento dura entre 5 e 8 minutos, e pode ser aprendido por qualquer pessoa, sem que haja necessidade de inscrição ou qualquer outra burocracia.

 

Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar

 

A parada cardíaca é um evento súbito e imprevisível. Pode acontecer a qualquer momento, com qualquer pessoa e em qualquer lugar. Cerca de 90% das vítimas de parada cardíaca morrem antes de chegar ao hospital. Uma reanimação cardiopulmonar imediata pode dobrar ou mesmo triplicar as chances de a vítima sobreviver. As estatísticas mostram que quanto mais pessoas souberem a reanimação cardiopulmonar, mais vidas podem ser salvas.

 

A Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia aponta que, no Brasil, por ano, cerca de 100 mil pessoas sofrem parada cardiorrespiratória fora dos hospitais. Dessas, 84% ocorrem em domicílios e o restante em locais de grande circulação de pessoas como shoppings centers, estádios esportivos e aeroportos.

 

Baseado nessa importância e necessidade de propagação desses conhecimentos para toda a população, nasceu o Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar. Tornou-se um movimento nacional, que surgiu no estado do Maranhão e, já na sua primeira edição, em 2014, contou com adesão de diversas cidades espalhadas pelo Brasil. Em Juiz de Fora, a Liga Acadêmica do Trauma e Emergência (Latre) da Unipac organiza ações desde 2015, sob orientação do médico e professor Clorivaldo Rocha Correa.

 

A Latre

 

A Latre tem como finalidade mobilizar os acadêmicos em prol do desenvolvimento, promoção e difusão dos estudos de traumatologia, urgência e emergência médica, contribuindo para a formação acadêmica dos alunos da Unipac Juiz de Fora. As atividades realizadas na liga constam de plantões acadêmicos nos serviços de urgência e emergência pré-hospitalar móvel e fixo, de reuniões científicas quinzenais com aulas expositivas e treinamento em manequins. Os integrantes da Latre são treinados para participarem das atividades na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte e no SAMU, estagiando tanto na ambulância da Unidade de Suporte Básico, quanto na Unidade de Suporte Avançado, juntamente com a equipe responsável.